Chapéu de papel

Já todos fizemos um chapéu de papel. Algures nas nossas lembranças de infância já foram usados para nos divertirmos em muitas ocasiões. Seja no nosso imaginário de piratas ou marinheiros, de princesas ou gatas borralheiras. Eles já fizeram parte de nós.

Para mim, que sou mãe de uma pequenina, muito do nosso imaginário de criança começa agora a ser de novo uma realidade. E que bem que sabe…

Tudo isto para vos falar da Marisa e da Carina. As caras da Chapéu de Papel. Uma empresa que se dedica a decorar com papel! Esquecemos-nos mas, os convites, os cartazes decorativos, os cones para as flores, o material para as photobooth e tantas coisas mais que vemos nos casamentos, são feitas de papel! Papel! Chapéu de Papel! Que nome tão bem pensado!

Os convites de hoje são um dos exemplos do trabalho que a Chapéu de Papel desenha para dias especiais. Uma viagem a dois elaborada pelas mãos destas duas meninas que prometem personalizar cada pedaço de papel que lhes passa pelas mãos! Mais do que convites, um kit de casamento para surpreender os convidados.

Uma viagem pode unir para sempre duas pessoas e eles quiseram embarcar nesta juntos. A Chapéu de Papel tratou do convite para os familiares e amigos se porem a caminho de uma festa que não podiam perder, claro! Partindo de um fotografia dos dois, o toque único e diferenciador, foi conferido pelo uso de selos portugueses antigos e pela personalização de todos os convites com um carimbo criado com o logotipo e data do casamento. O carimbo,passa a ser o fio condutor dos restantes materiais gráficos, e aplicado noutros elementos, como as ementas e os cones para o arroz. O mapa para o local foi criado de modo a conduzir os convidados aos tradicionais mapas turístico.

Inspirem-se! Acho que hoje vou fazer um barco de papel. Ou um ‘cocas’! Quem se lembra desta?

 

Fotos: Chapéu de Papel

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *