Hoje temos amor à portuguesa

O ano está a terminar… mais umas horas e um novo ano começa. Não vou divagar sobre este assunto mas realmente espero conseguir tirar algumas horas (puff….uns minutinhos já será muito bom!) para poder fazer uma introspeção sobre o que de diferente este ano teve…

Mas, há uma coisa que é sem dúvida eminente: nunca ouvi tantas histórias de amor, e nunca vi casamentos tão bonitos, mesmo que em fotos!

Este pequeno post, apesar de pequeno (porque a Ema aqui à minha volta num constante ‘mamã..mamã…mamã’ deixa os meus neurónios pouco iluminados!) mostra uma pequena parte do esforço de todos os fornecedores de criarem momentos únicos e que marcam para sempre a vida dos noivos que passam por eles.

Acredito que esta almofada para alianças está religiosamente guardada e um dia vai libertar muitas recordações… O amor é isto mesmo, recordações, quer sejam fotografias vivas, quer seja o papel do menu que decidimos guardar de recordação ou o convite de casamento que teve um toque especial.

A Sara e o Pedro – Amor à Portuguesa, sabem bem da importância disto mesmo e para um casamento único criam pormenores únicos e personalizados.

Da primeira vez que falei com os noivos percebi que ambos tinham um gosto em comum pela natureza. Como passam bastante tempo na Quinta que têm em Bragança, optaram por um estilo campestre e rústico, com um toque clássico quase poético que refletisse o gosto de ambos pela escrita e pela leitura. Para este casamento fizemos os convites, a primeira peça a ser trabalhada e aprovada. Posteriormente desenvolvemos os restantes materiais dentro da mesma linha gráfica: almofadas para as alianças, programas da cerimónia em forma de leque, marcadores de lugar e marcadores de mesa, ementas e postais para as mensagens aos noivos.

Digam lá se amar à portuguesa não é bom?

 

Inspirem-se!

 

Fotos: Amor à Portuguesa

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *