Mãos entrelaçadas em Sintra

Hoje viajamos com a Adriana Morais até à Serra de Sintra! Vamos dar as mãos com a Rita e com o João, um casal enamorado que quis fotografar este amor para recordar.

São cada vez mais os casais que valorizam a fotografia para eternizar momentos especiais que não se prendem só com o casamento. E ainda bem que a fotografia hoje em dia se mostra de forma mais emotiva e simbólica e menos estratégica. Com todo o respeito para todo o tipo de profissões ligadas à fotografia, há simplesmente um enorme fosso entre a fotografia que se faz hoje em dia e a fotografia que se fazia há 20 anos atrás. Os tempos mudam, a tecnologia avança e as mentes crescem, bem como a visão destes artistas!

E ainda bem, porque desta forma, deixamos de ter as fotografias de pose e mais pose e mais pose e ‘seguinte convidado’ e passamos a ter fotografias vivas. É isso mesmo, fotografias vivas, com emoção, com sentimento, com paixão. E que delicia poder mostrá-las aqui no blog.

O passeio com a Rita e o João começou no meio da Serra de Sintra. Os noivos depressa ficaram rodeados pela floresta deste local mágico. De seguida fomos à praia do Guincho que, como estávamos no início do Inverno, foi só nossa. A sessão acabou ao lusco fusco numa das paisagens mais bonitas da região: o topo do Santuário da Peninha.

Num contexto destes, qualquer pose passa a ser suave, delicada, despercebida. Digam lá que não é melhor do que qualquer avanço da tecnologia?

Inspirem-se!

 

Fotos: Adriana Morais

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *