Fotografia. Amor. Natureza.

Depois de receber esta sessão Tu+Eu, fiquei a pensar que o nome da Momento Cativo, me fazia lembrar alguma coisa. E entretanto,  lembrei-me… ‘O poema do David Mourão Ferreira’. Como a maior parte dos poemas deste grande escritor, uma elegia ao amor. Aos enamorados que vivem ‘eternamente presos’. As palavras deste poema, podiam encaixar-se em qualquer legenda das fotografias de casamento ou de noivado…de namoro…

Onde há amor, há corações presos, cegos. Como não podia deixar de ser, a Ana e o Vitor caem que nem uma luva nesta descrição. Apaixonados, enamorados. Nas suas fotos sobressai a natureza que abraça o amor.

Com sentimentos assim, as fotos só podiam ficar lindas. Esta não é só mais uma sessão fotográfica antes do casamento, Tu e Eu ou de noivado, como lhe queiram chamar. Hoje, é a sessão de casamento do Soneto do Cativo, como a irei chamar. E a vossa sessão, tem algum poema por detrás?

 

Inspirem-se!

 

Fotos: Momento Cativo | Local: Parque de Lordelo – Porto

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>